fragmentos 1, em torno do pedras dágua no exercício micropolítico

tenho cá, já no brasil após 8 dias em lisboa, uma escrita fragmentária. pensamentos fragmentados que não precisam encontrar uma unidade. minhas ultimas horas no c.e.m se deram numa conversa intensa, que é pós, e ainda é festival pedras dágua. até onde estive e estou ( e acabo de ler o post da sofia) há algo em torno do micropolítico querendo ser re-traduzido, sair deste corpo que vos fala, e esse gesto ( de elaborar e atualizar numa escrita) já me parece o tal campo (de pensamento) micropolítico. este dizer desde de mim MAS no exercício de abrir espaço em meu próprio corpo para que outras vozes falem comigo, para que um certo “eu” dê espaço para que impessoais de outra ordem possam acontecer.

quando ouço o MACRO deparo-me logo com algumas palavras: centro, homogêneo, totalidade, estado. quando pronuncio MICRO vou de caso a caso, vou a uma situação singular, também e sobretudo aos atravessamentos que me compõe enquanto macro.

     acho pertinente e muito conversante com todo o trabalho do c.e.m este trecho do livro “Conversações” do Deleuze: “ é verdade que a filosofia é inseparável de uma cólera contra a época, mas também de uma serenidade que ela nos assegura. Contudo, a filosofia não é uma  Potência. As religiões, os Estados, o capitalismo, a ciência, o direito, a opinião, a televisão são potencias, mas não a filosofia. (…) Não sendo uma potência, a filosofia não pode empreender uma batalha contra as potências; em compensação, trava com elas uma Guerra sem batalha, uma gerra de guerrilha. Não pode falar com elas, nada tem a lhes dizer, nada a comunicar, e apenas mantém conversações. Como as potências não se contentam em ser exteriors, mas também passa por cada um de nós, é cada um de nós que, graças à filosofia, encontra-se incessantemente em conversações e em guerrilha consigo mesmo.”

 

( e continua…)

 

(amaranta)

Sobre pedras2012

O Pedras d'Água é uma iniciativa do c-e-m centro em movimento (Lisboa -Portugal). Esta plataforma on line é um espaço para compartilhar a trajetória de todo o Programa Pedras d'Água '12, transitando entre documentações, imagens, escritos e outras formas que contemplamos para irmos levantando voo até planar sobre as criações e comunicações artísticas e outros acontecimentos que tomam corpo no Festival Pedras d'Água. em Julho próximo.