Intensidade

Que linhas detecto como intensas? Se calhar não tanto aquelas que me fazem sentir qualquer coisa, e mais as que me permitem ser qualquer coisa. Quando assisto a espectáculos penso frequentemente que o que estou a ver é para me fazer sentir qualquer coisa, que normalmente oscila ou numa escalada de “intensidade” na tentativa de se sobrepor ao adormecimento da reacção às sensações por força de estarem sempre a ser estimuladas, ou na ausência dessa “intensidade” percorrendo a mesma linha no sentido inverso, na tentativa de se subpor ao adormecimento da reacção às sensações e assim poderem introduzir outras reacções como o aborrecimento, a irritação ou a reflexão sobre a ausência de reacção.

Atravessando o Pedras vou percebendo intensidade por si só, sem ter de ser qualificada como alta ou baixa, conseguida ou não.

Estes dois dias foram extraordinariamente intensos, permitindo-me ser intensa junto com eles. Deformar a própria deformação que me deforma é uma dança intensa que não principia nem acaba.

Hoje é o último dia do festival que não cessa de acontecer!

margarida

Sobre pedras2012

O Pedras d'Água é uma iniciativa do c-e-m centro em movimento (Lisboa -Portugal). Esta plataforma on line é um espaço para compartilhar a trajetória de todo o Programa Pedras d'Água '12, transitando entre documentações, imagens, escritos e outras formas que contemplamos para irmos levantando voo até planar sobre as criações e comunicações artísticas e outros acontecimentos que tomam corpo no Festival Pedras d'Água. em Julho próximo.