“o osso é um documento de movimento”

Enquanto estava no período da Formação Intensiva Acompanhada, aconteceu que a documentação teve um novo olhar e entendimento pela minha afinação Pedro. Ouvi estas frases como “o osso é um documento de movimento…” a minha atenção reparou que era de facto um documento de movimento em que durante eras se especializou por solidificar, ter filamentos em espirais, medulas, vi nas árvores, nas minhas sobrancelhas, na minha voz, nas pedras roladas espalhadas por Vila Velha de Rodão a dizerem que houve água em abundância por aqueles montes… na nervura das folhas dos meus catos, no riso da Carolina, na pronunciação de morabeza da Lídia, na venda do peixe da Fernanda, na morte da árvore frente à casa da Piedade, nas pombas em aglomerados e isoladas, na temperatura, no paladar, nos ruídos das máquinas, no esticar em estrela e ser um bicho de conta nas práticas da Sofia, na pele da Aurora, no anel da Antónia, nas fileiras do asfaltos, na cicatriz no braço. Nas fotos parece ver mais documentação do que a cromática, nos ruídos na rádio… Leva-me a pensar sobre o trabalho que ainda há para fazer, na consideração, e não só na nomeação superficial de cada documento. Tanto trabalho de humildade, na humildade, documentos humanos, que somos e sou. Considerar os outros documentos não entendíveis, visíveis. Abrir a consideração da sua existência, tanto trabalho, tanta humildade que ainda preciso para iniciar esse trabalho, tanto… há que continuar.

Sobre pedras2012

O Pedras d'Água é uma iniciativa do c-e-m centro em movimento (Lisboa -Portugal). Esta plataforma on line é um espaço para compartilhar a trajetória de todo o Programa Pedras d'Água '12, transitando entre documentações, imagens, escritos e outras formas que contemplamos para irmos levantando voo até planar sobre as criações e comunicações artísticas e outros acontecimentos que tomam corpo no Festival Pedras d'Água. em Julho próximo.