lado-a-lado-mais-que-um…que dança é essa?

só praticando este outro nada que não é ausência de algo, só exercitando sem saber, me parece considerável o lado-a-lado. não se trata de uma disposição geográfica, talvez mais esse ver cego que se move para lá da identificação, que gera continuamente a pergunta sem querer agarrar nenhuma resposta mas também sem fingir que não vê-toca-respira- engole-cheira-dança os aconteceres que co-acontecem enquanto este corpo-cadaumaum acontece.

ontem estivemos a lado-a-ladar na praça do comércio. começámos mais próximos caminhando em vai-vem ao longo da praça branca, fomos abrindo distância entre os corpos-cadaumaum, e à medida que ía sendo possivel, abríamos a presença na vertical em quietude—–não está na forma não—poderia ser de outra maneira sim—mas foi assim—-como o aqui-assim das moscas que insistem naquele lugar da sala toda a manhã.

esse cadaumaum quieto (não imobilizado)no espaço aberto criou as suas ondas e ventanias—revoadas—bandos de gente—-invisibilidade—-estás a escutar o vento?—-porque estás aqui?—um bando de teenagers vindos de espanha com a fome de experiências novas ia rodeando os corpos(alguns)—podia parecer que vinham comer o figado—que nos fixavam num qualquer prometeu—-que poderíamos querer uma moeda—-mas de facto o mistério de estar olhando olhos nos olhos nesta escolha de quietude conversava fluidamente com essa velocidade voraz como conversava com o vento, a luz os bandos de pássaros——tenho em mim os olhos-lingua-coração de um dos miudos que se deteve mais longamente afinando—vinha com uma moeda para me framar—mas ficou ali de moeda mão, respirando, olhando,pensando—quando os amigos se afastaram em bando ele ia mais lento, escutando o ar—

sofia

Sobre pedras2012

O Pedras d'Água é uma iniciativa do c-e-m centro em movimento (Lisboa -Portugal). Esta plataforma on line é um espaço para compartilhar a trajetória de todo o Programa Pedras d'Água '12, transitando entre documentações, imagens, escritos e outras formas que contemplamos para irmos levantando voo até planar sobre as criações e comunicações artísticas e outros acontecimentos que tomam corpo no Festival Pedras d'Água. em Julho próximo.