vem aí a festa!

chegam os santos populares, chegam os micro bailes, as sardinhadas, é festa por todo o lado! a amália dizia no outro dia que não deixam ter o vinho nos copos lá de casa nem as sardinhas em pratos de loiça…somos muito higiénicos mesmo, nós os cultos!então nós oferecemos do nosso comer e beber a quem passa e ainda temos que gastar dinheiro em copos de plástico? olha-me esta! por aqui na mouraria a festa tem que transbordar para a rua, não interessa se estás triste, ou pobre, ou farto do barulho das obras. vem para a rua dançar e pular, levas uns abraços e uns apalpões, levas uns piropos à maneira e largas o peito a rir…não é tanto aquele ditado do “quem canta seus males espanta” é que mesmo que os males insistam cantamos na mesma, a voz precisa gritar um bocado, as pernas precisam chegar à cama cansadas de rodopiar, os olhos cheios de cor! tudo se compõe com a festa, não vale a pena travar a pulação, ela tem muita ginástica em transbordar!
entorne-se o vinho que isso é alegria, e por um momento deixemos de inventar regras absurdas que nos oprimem e domesticam.
viva a festa
sofia e amália

Sobre pedras2012

O Pedras d'Água é uma iniciativa do c-e-m centro em movimento (Lisboa -Portugal). Esta plataforma on line é um espaço para compartilhar a trajetória de todo o Programa Pedras d'Água '12, transitando entre documentações, imagens, escritos e outras formas que contemplamos para irmos levantando voo até planar sobre as criações e comunicações artísticas e outros acontecimentos que tomam corpo no Festival Pedras d'Água. em Julho próximo.