anTES do prólogo (continuar) depois do EPÍlogo

Visível. Das Escadinhas de São Cristóvão ao Largo da Achada. Companhia em ler. Subindo de grau em degrau e descendo linha a linha. São Cristóvão suporta o menino e a caixa de fruta os livros.

Vão subindo e a achar o Largo da Achada, abre-se o Sol ou a Chuva num espaço que se abre para o céu. Quem o achou? Foi uma velha que aqui passou, no tempo da água cheio de cântaros enchia o chafariz, como a cova no meio da pedra o diz. Agora seca. Esculpida e polida em cada momento histórico das gotas, aquela malga – buraco na pedra, com a mesma importância histórica que tem qualquer outro dito facto, enfiado nas bibliotecas, museus e no Tratado Político de Espinosa, que com consideração estou a ler nesta companhia.

Acompanhar, a leitura, as pessoas que sobem e descem num bom e mau dia, que se sentam a ler e vão, ou levam livros para lerem melhor, na partilha de parágrafos, na mudança de palavras. Acompanhar o espaço, ser acompanhados por ele. Estar com, pessoas, lugares, alteridade com TODOS OS SERES.

Leitura caminhada falada escadada ensonada acordada subida tropeçada encontrada discutida achada.

Pedro

 

Sobre pedras2012

O Pedras d'Água é uma iniciativa do c-e-m centro em movimento (Lisboa -Portugal). Esta plataforma on line é um espaço para compartilhar a trajetória de todo o Programa Pedras d'Água '12, transitando entre documentações, imagens, escritos e outras formas que contemplamos para irmos levantando voo até planar sobre as criações e comunicações artísticas e outros acontecimentos que tomam corpo no Festival Pedras d'Água. em Julho próximo.