rota 13:o fundador da associação dos ardinas de lisboa virado para a parede

muitas vezes venho a pé e, descendo do chiado a caminho dos fanqueiros, passo pela rua de são nicolau com a rua do ouro. os carros ali andam virados ao rio, antes de atravessar espiralo para o quiosque do senhor fernando e trocamos bons dias há já uns aninhos. certa manhã vinha lendo e andando, viro-me ao rio para os bomdiamentos e dou com uma criatura bronzeada em cuecas em vez do senhor fernando…então o que é isto? o quiosque virou um cubo de publicidade? o senhor fernando foi-se embora?
segui caminho. foi preciso outro livro, outra espiral e outra manhã para me aperceber do absurdo: o quiosque tinha sido virado para a parede onde ninguém passa até porque o espaço é mais apertado, só para que ao tal rapaz das cuecas e outras criaturas fantásticas nos pudessem impingir coisas que passamos a ter que comprar. esta foi a conversa que tivemos na sexta feira passada enquanto chovia por cima dos jornais:
o meu nome é fernando gonçalves, a minha esposa esteve aqui desde o princípio. lembra-se da rua assim? ( e mostra-me a foto a preto e branco, aliás a partir daqui vai acompanhando a história com uma história de fotos que guarda com ele sempre) depois a rua foi empedrada (aponta para a foto) isto é a minha mulher a vender jornais. depois do tempo do cruz abacassiz, é um nome parecido com um ananás…veio o modelo de banca brasileiro. sempre virada a norte que é por onde passam as pessoas. depois veio o jorge sampaio com o novo modelo de banca do tempo do sr.vereador vítor costa que agora está no turismo. mas há-de falar do fernando da praça do comércio que ele sabe logo quem sou, nessa altura eu tinha a banca na praça do comércio e a minha mulher é que ficava aqui.
eu e a minha esposa somos os fundadores da associação dos ardinas de lisboa…e foi assim, o cruz abacassiz mandou uma carta aos ardinhas para que começassem a vender numa banca. nessa altura duas bancas modelo brasileiro tinham sido propostas ao presidente: o modelo cebolinha e o modelo mónica. os ardinas preferiram a mónica por ser maior. eu tive que comprar duas bancas…entretanto já haviam empresas que punham publicidade em cima das bancas, nessa altura a empresa era a vitrine e eu negociei com a vitrine que eles davam a banca ao ardina e ficavam com o exclusivo da exploração da publicidade. é que nós não tínhamos verba para pagar as bancas. como a vitrine se interessou apresentou uma banca própria e ao fim de 10 anos a banca era nossa. a dada altura o então presidente da associação dos ardinas, que tinha banca no arco do cego, achou por bem negociar uma nova banca…foi assim, aqui há 7 anos o presidente sem autorização dos ardinas resolveu negociar uma nova banca. nós ficámos muito desassossegados e recolhemos as assinaturas dos ardinas….alguns até já morreram.
mas o homem negociou uma nova banca por 20 anos, chegaram à câmara e prolongaram o contrato…
em rigor o que acontece é que somos obrigados a aceitar este acordo porque a cml é dona do terreno e a empresa é dona da banca! não podemos fazer nada!
na avenida da liberdade puseram as bancas no jardim e andam os ardinas a vender jornais aos patos. só que os patos já foram todos roubados…pr’á janta. já não está lá nenhum.
a cml não deixa que a banca tenha toldo, temos esta pala que como vê deixa que a chuva molhe tudo. estou aqui fechado num espaço de centímetros; a minha mulher já se cansou disto, e quando tenho que ir à casa de banho deixo a banca à guarda de alguém de confiança que aqui passe.
agora estou virado ao contrário! tudo por causa da publicidade que fica atrás…ainda pedi para me porem de costas para a rua mas do outro lado, sempre passa gente pelo passeio, sempre estou virado para as pessoas….diz que não, que dá muito trabalho!
engraçado foi quando a câmara enviou uma carta a dizer que o nosso pedido de nova banca tinha sido diferido….eu que não tinha apresentado nenhum pedido de “alteração de mobiliário”! enviámos logo nós uma carta a dizer que “não nos recordamos de ter feito tal pedido” mas o que é certo é que me vejo obrigado a aceitar isto que não pedi e ainda por cima viram-me ao contrário.
30 anos aqui a trabalhar e agora estou virado para a parede! a venda de impulso acabou!
os interesses são muitos e os cidadãos não são considerados! eles dizem que é uma questão de estética!
mmmmmmmmmm aqui se acaba a conversa e segue a rota 13. uma questão de estética…é impressionante a desconsideração pela pessoa…chegamos a estes absurdos de “arrumar” pessoas mais para lá ou mais para cá, de termos que levar com criaturas vestidas de bandeiras ou de bananas a entregar publicidade a toda a hora, a tropeçar em garrafas gigantes que invadem as praças, vacas de chocolate, mupis com música e todo o tipo de aberrações que tanto contribuem para a depressão de quem passa, para o cinzentismo, para a grande tristeza…e no outro dia a policia bate numas mulheres no chiado por pintarem cartazes na rua…vamos ter que pedir livros de instruções para poder acompanhar o que passa pela cabeça estes donos da estética que se esquecem do respeito, que confundem tudo em nome da lógica de ganhar e não perder, ter e ter mais…ouvir e considerar é que nada!
sofia e pedro

Sobre pedras2012

O Pedras d'Água é uma iniciativa do c-e-m centro em movimento (Lisboa -Portugal). Esta plataforma on line é um espaço para compartilhar a trajetória de todo o Programa Pedras d'Água '12, transitando entre documentações, imagens, escritos e outras formas que contemplamos para irmos levantando voo até planar sobre as criações e comunicações artísticas e outros acontecimentos que tomam corpo no Festival Pedras d'Água. em Julho próximo.

  1. É PENA QUE POUCOS CONHECAM ESTA HISTORIA VERDADEIRA , MAS ENFIN………………………

  2. Maria Antunes

    Pois eu não conheço,lamento mas é verdade.Obrigada por me mostrares .Lurdes.

  3. Helena Carvalho

    Helena Carvalho
    Lamentavelmente estamos a voltar à ditadura…….

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s