Sr. João

No centro de dia pairava uma energia esquisita… algum faz de conta de quem não quer dizer o que sente, pois talvez já tenha sentido vezes demais e nunca percebeu realmente o que é que se sente… O Sr. João já não está mais connosco, desapareceu este fim de semana, levado pelas pernas que disseram ao resto do corpo que era tempo de ir embora… uma septicemia… a informação aparece assim de rajada numa só frase, mas vai-se pousando em mim como as folhas do outono. Não sei também o que é que sinto, sinto que é tão justo ir ali porque sim, descascar batatas ou conversar… neste dia não havia batatas… ou então disseram que não havia por sermos só duas e talvez hoje fosse mesmo preciso só conversar como quem corta batatas, assim olhando de lado para com quem falamos afinando a fala com a precisão da mão na batata. Sento-me em frente à Lourdes, a Lourdes não queria falar, queria estar ali, não queria contar histórias porque não se lembrava de nenhuma, só daquelas que não queria contar nem a ela própria… a outra Lourdes sentada ao pé desta Lourdes também não… Diz-me: As Lourdes não têm sorte nenhuma, quem se chama Lourdes não tem sorte nenhuma na vida. trabalhei numa casa onde havia três Lourdes, eu era a terceira. Era uma alfaiataria… os alfaiates são todos doentes dos nervos porque o trabalho permite isso… as minhas duas patroas eram lourdes… Os Fernandos também não têm sorte nenhuma… é por causa do Santo António… ele antes de se chamar António chamava-se Fernando… Fernando Midões, mas depois por causa do inimigo, daqueles que não acreditavam em Deus nem em nada, ele mudou de nome para António… O Santo António tinha um livro, andou no mar e não se molhou, de histórias que ele contava… Santo António era de Lisboa, mas depois foi para Pádua… ficou António de Pádua, mas era Ferndando de Midões… assim nunca mais ninguém o conheceu… A outra Lourdes esteve sempre ali, quando disseram que era para ir almoçar, ela fez o gesto de quem se ia levantar, eu perguntei-lhe: Então já se vai embora? eu estive aqui sempre consigo… eu sei! ela respondeu… e eu sei que ela sabia… O Sr. João ainda está por aqui…

margarida

Sobre pedras2012

O Pedras d'Água é uma iniciativa do c-e-m centro em movimento (Lisboa -Portugal). Esta plataforma on line é um espaço para compartilhar a trajetória de todo o Programa Pedras d'Água '12, transitando entre documentações, imagens, escritos e outras formas que contemplamos para irmos levantando voo até planar sobre as criações e comunicações artísticas e outros acontecimentos que tomam corpo no Festival Pedras d'Água. em Julho próximo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s